Buscar
  • Roberta Perdomo

Como gerenciar equipes híbridas




Já falamos aqui que o futuro do trabalho é híbrido. Todas as pesquisas apontam para essa direção. Um estudo recente do Gallup mostrou que 50% dos entrevistados nos EUA querem trabalhar de forma híbrida ou totalmente remota.


Nesse ponto da pandemia, aprendemos a trabalhar de forma remota. Mas e quando tivermos parte da equipe no escritório e parte remota? Como faremos para evitar falhas de comunicação e a baixa socialização e integração das pessoas que optarem por ficarem mais tempo remotamente?


Reunimos aqui 3 dicas principais.


  1. Repense junto com a equipe que rotinas e rituais de gestão serão necessárias para habilitar o trabalho híbrido. Será necessário testar, errar e revisitar constantemente essas rotinas até que vocês sintam que a comunicação está fluída entre todos. Uma possível solução seria ter pelo menos um ritual presencial por semana, ou pelo menos síncrono, mesmo que parte esteja online. Nesses casos, garanta que a conectividade facilite a participação e o engajamento de quem estiver participando remotamente. Em reuniões híbridas, frequentemente esquecemos de quem está remoto. Cuide especialmente dos rituais de tomada de decisão ou de comunicação de decisões.

  2. Crie estratégias para formalizar a comunicação e gerir conhecimento. Utilize ferramentas de comunicação assíncrona para garantir que todos estão por dentro do que está acontecendo na equipe. Lembre-se que nem todos estarão no escritório, portanto combinados na hora do café deixarão parte da equipe de fora.

  3. Garanta que a equipe tenha espaços síncronos de socialização, mesmo de forma híbrida. Lembre-se de que quem não está no escritório também faz parte da equipe, porém nem sempre estarão presencialmente nos cafés e almoços informais. Todos precisarão fazer um esforço para criar esses espaços de conversas informais de forma híbrida.

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo