Buscar
  • Roberta Perdomo

Porque cultivar o Lifelong Learning



O termo lifelong learning vem ganhando cada vez mais espaço no meio corporativo.


Mas o que é isso?


Lifelong learning, ou aprendizado ao longo da vida, significa a aprendizagem contínua, por toda vida de um indivíduo e não se restringe somente à educação formal. O termo reforça a ideia de que aprendemos o tempo todo e com diversas situações e ferramentas diferentes e que não paramos de aprender ao sair da escola ou universidade. O lifelong learning inclui tanto a educação formal, quanto as habilidades ou comportamentos que aprendemos nas experiências do dia a dia, inclusive nas atividades que não foram especificamente desenhadas para o aprendizado.


Quais são essas experiências não pensadas para o aprendizado, e que ainda assim podemos aprender com elas? Imagine aquela viagem que você fez, teve que resolver diversos perrengues, conheceu um monte de gente bacana e abriu a mente para uma cultura totalmente diferente? E as coisas que teus filhos dizem e fazem e colocam à prova tudo que você aprendeu na escola? E aquela peça de teatro que mexeu com você, te deixou reflexivo por um tempo e teve um impacto em algum hábito seu?


Temos ainda as atividades de aprendizado não formais. Como aquele livro que você leu, podcast que ouviu ou aquele projeto no trabalho que te trouxeram novas perspectivas. Sim, é disso que também se trata aprender ao longo da vida.


Abraçar o lifelong learning é fundamental para nos mantermos profissionalmente ativos e atrativos. Nas empresas, a capacidade de estar aberto, curioso e buscando proativamente seu próprio aprendizado é muito valorizada.


Mas as vantagens não se relacionam somente à sermos mais produtivos. Aprender melhora nossa autoestima e nosso bem-estar e amplia nossa capacidade de compreender diferentes pontos de vista, melhorando nossos relacionamentos.


Temos muitos motivos para cultivarmos a mente de aprendiz. Em nós mesmos e em nossas equipes.


8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo